Elas estão ao seu redor, lhe protegem, você vive entre elas, mas poucas vezes paramos para olhá-las com atenção. As paredes são uma parte essencial da forma de viver de qualquer pessoa. Alguma vez você já se perguntou como elas são tão retas? Por incrível que pareça, quem tem a melhor resposta para essa questão é uma pequena ferramenta que praticamente não mudou ao longo da história: o prumo.

O prumo vem sendo utilizado desde a antiguidade para se encontrar o eixo sagital, ou seja, para encontrar o ângulo reto. Foi dessa forma que foi construída a parede da sua casa, as de uma catedral e até mesmo a Grande Muralha da China. Nesse artigo, será explicado todos os detalhes necessários para que compre o melhor prumo do mercado.

O mais importante

  • Existem prumos tradicionais, de corda e peso, e de níveis a laser, que realizam a mesma função, embora de forma mais rápida. Os prumos são compostos por três peças: um peso de metal, uma corda e uma peça de sustentação chamada “noz”.
  • O prumo é muito apreciado na construção e na arquitetura. Ultimamente, também passou a ser utilizado pela medicina. A osteopatia e a fisioterapia utilizam o prumo para ajudar seus pacientes.
  • O prumo possui pesos que varia entre 40 gramas e 1.000 gramas, de acordo com seu uso final. O principal uso do prumo é para ser encontrada a vertical perfeita de uma superfície. O prumo também é utilizado para medir a superfície de uma massa de água.

Ranking: Os melhores modelos de  prumo do mercado

Embora o prumo seja considerado uma ferramenta básica e que mudou pouco ao longo dos anos da história, existem novos modelos fabricados com materiais resistentes e leves. A não ser que você seja um especialista, não será tão fácil assim como parece ter que escolher uma opção entre todas as disponíveis no mercado.

Para lhe ajudar, uma lista foi preparada e disponibilizada para que consiga saber mais sobre os quatro melhores prumos do mercado.

1º – Prumo Tramontina 1000 g

O primeiro prumo da lista é, logicamente, uma ferramenta fabricada por uma das grandes marcas da indústria nacional e internacional: Tramontina. Com a garantia de que todas essas ferramentas passam por severos testes de precisão, a fabricante brasileira promete um ótimo grau de confiabilidade em seu produto.

Esse modelo possui um cordão de 2 m e um corpo em aço especial com peso de 1.000 g, sendo ideal para trabalhos mais robustos e para profissionais experientes.

2º – Prumo Nove 54

Dentre as várias opções de prumos existentes no mercado, a Nove 54 faz muito sucesso com um produto de qualidade e com um preço acessível.

Com seu corpo todo em metal, apoio em madeira e pesando 700 g, a ferramenta fornece uma boa robustez para aguentar o serviço de construção civil profissional, além de garantir a segurança que esse tipo de serviço requer.

3º – Prumo de Centro Tramontina

Esse modelo da Tramontina é ideal para aqueles que desejam investir barato e ainda assim adquirir um produto de uma marca confiável. Contando com um corpo de ferro fundido, guia de aço e cordão de náilon, essa ferramenta é muito útil e segura para ser usada no dia a dia.

Além disso, apresenta um design diferente do que se costuma ver em prumos, tornando a peça também bastante atrativa para quem deseja beleza, ergonomia e bom serviço.

4º – Prumo Momfort

Esse prumo da Momfort é excelente para quem realiza construções de forma mais incipiente, como também para aqueles que são profissionais, mas que pegam serviços de menores escalas.

Fabricado em aço 1020, pesando 400 g e com corda em náilon de alta resistência, o produto responde muito bem ao tipo de serviço que se propõe. Além disso, é certamente um dos melhores custo-benefício do mercado.

5º – Bosch GCL 2-15

Se o prumo é um tipo de tecnologia usada há milênios pelo ser humano, certamente ele foi responsável por ser o modelo onde muitas novas tecnologias foram se inspirar. Dito isso, esse modelo de nível da Bosch se inspira no prumo para repaginar sua ideia.

Utilizando-se de lasers responsáveis por realizar as medidas em paredes de até 15 metros e contando com o auxílio de uma trava de pêndulo e ponto de prumo, o GCL 2 é ideal para os profissionais da construção civil que desejam gastar um pouco mais em um serviço de medição eletrônica.

Guia de Compra: O que deve saber sobre o prumo

Antes de você escolher seu prumo, deve conhecer melhor a ferramenta e seus usos mais práticos. Apesar de sua relativa simplicidade, esse é um equipamento que possui muitas utilidades. Na próxima seção do artigo serão fornecidos todos os detalhes que precisa saber sobre o prumo e, assim, será capaz de tomar uma decisão de compra mais acertada.

Imagem de pedreiro trabalhando com prumo.

O prumo é uma ferramenta muito importante também em outras áreas, como: a medicina esportiva, a fisioterapia e a osteopatia. (Fonte: Wittaya Puangkingkaew: 21481837 / 123rf.com)

O que é um prumo?

O prumo é um peso, geralmente fabricado de chumbo ou ferro tratado (com zinco ou cromo). Possui uma forma cilíndrica ou prismática e com uma parte inferior cônica. Esse peso fica amarrado, pendido a uma corda, marcando uma linha completamente vertical. Esse instrumento serve justamente para encontrar as marcas verticais exatas.

O prumo também recebe o nome de sonda náutica, pois, é utilizado desde a antiguidade para medir as profundidades dos poços e superfícies aquáticas. Tanto para a arquitetura quanto para a área náutica, se trata de uma ferramenta de grande importância.

Qual o uso de um prumo para uma construção?

O prumo utiliza uma simples lei natural, a gravidade, para estabelecer o que é verdadeiramente “vertical”. Dessa forma, utiliza-se esse conhecimento na construção para verificar se um muro, parede ou coluna está vertical e perpendicular ao solo. Isso estabelece a estabilidade e distribuição do peso como o plano de nível de um trabalho.

Isso tem uma grande importância, pois, se um muro não estiver com o trabalho de prumo feito corretamente, se abre a possibilidade para que a estrutura inteira desmorone por causa de uma possível falta de resistência proporcionada por uma construção defeituosa. Certamente, isso tem potencial para provocar a destruição total de um edifício devido à perda de estabilidade do mesmo.

Imagem de pedreiro em obra.

Normalmente, eles são usados na elaboração de poços e para medir a profundidade de massas de água desconhecidas. (Fonte: Auremar: 14212709 / 123rf.com)

Para que serve um prumo na medicina?

O prumo é uma ferramenta muito importante em outras áreas, como a medicina esportiva, a fisioterapia e a osteopatia. Nesses campos médicos se utilizam prumos tradicionais, de peso e corda, para encontrar o chamado eixo sagital do corpo e corrigir problemas de postura, coluna ou costas.

No caso da medicina, o prumo que se utiliza geralmente possui um peso menor e, quase sempre, está acompanhado de uma “noz imantada” que ajuda a encontrar o eixo sagital e posiciona o peso em menos tempo, evitando o comum giro da peça.

O que é o eixo sagital?

Os eixos sagitais ou planos sagitais são, em anatomia, aqueles planos perpendiculares ao solo e em ângulo reto com os planos frontais, que dividem o corpo em duas metades: esquerda e direita. O termo anatômico sagital foi apresentado por Gerardo de Cremona. O prumo é utilizado para encontrar esse eixo no corpo humano.

A linha sagital é, na realidade, uma vertical de referência perfeita que teoricamente divide o corpo em dois a partir de seu centro, como uma linha de prumo imaginária. Na fisioterapia, ao encontrar esse ponto mediante o uso de um prumo, é possível se trabalhar para corrigir a postura, problemas de osteopatia e musculares.

Quais são os outros usos que se pode fazer de um prumo?

Além de tudo o que já foi mencionado para a construção e para a medicina, o prumo é um instrumento importante para muitas outras áreas. Por exemplo, a pesca se utiliza do prumo (sem corda) para fazer contrapeso e lançar as linhas de pesca de forma que essas alcancem velocidade no lançamento e se afundem na água.

Tradicionalmente, é utilizado também na elaboração de poços e para medir a profundidade de massas de água desconhecidas. Também pode ser utilizado em ambiente doméstico para fixar elementos de decoração, por exemplo, quadros.

Para finalizar, algumas pessoas adeptas da radiestesia (ato de buscar água embaixo do solo através da sensibilidade às radiações) utilizam o prumo em suas pesquisas.

Engenheiro em obra.

Além de tudo o que já foi mencionado para a construção e para a medicina, o prumo é um instrumento importante para muitas outras áreas. (Fonte: Ian Allenden: 42638520 / 123rf.com)

Do que se constitui um prumo?

O prumo é uma ferramenta muito simples e que basicamente se compõe de três peças: um peso, uma corda ou fio trançado e uma madeira que se apoia sobre as superfícies, ajudando a realizar as medições. Essas partes podem ser trocadas, portanto, pode ser interessante que você as conheça bem e saiba como e quando trocá-las:

  • Peso: Um peso de chumbo (ou de qualquer outro material metálico como aço, alumínio, latão ou até mesmo plástico) que possui forma cilíndrica, cônica ou uma mescla de ambas. O prumo moderno, de metal mecanizado e equilibrado, geralmente é feito em formato de prisma e com uma ponta cônica.
  • Noz: Uma peça semelhante a um carretel e que pode ser de madeira, metal ou metal imantado, possuindo o mesmo peso que o “peso de chumbo” e que apresenta um pequeno orifício em seu centro.
  • Corda: Uma corda, barbante ou fio fabricado em algodão ou náilon que, passando pelo orifício da noz, une ambas as peças anteriores. As cordas de náilon são as mais usadas para a alvenaria, pois, apresentam uma maior resistência a umidade e a corrosão.

Como se usa um prumo?

Embora, a primeira vista, o prumo seja uma ferramenta muito simples, realizar as medições de verticalidade e horizontalidade não é tão fácil como aparenta ser. Não é só soltar o peso e deixar que a corda se tensione sozinha. Para o correto uso do prumo e para obter leituras precisas e válidas de seu trabalho, você deve seguir uma série de passos:

  1. Desenrole a corda e libere a da noz;
  2. Apoie a noz sobre a superfície do elemento a ser aprumado (parede, batente da porta, ou outros suportes.);
  3. Deslize a corda de modo que o peso desça até a parte mais baixa do elemento sem tocar no chão e deixe balançar livremente. Quanto maior for a distância da noz para o peso, maior será a precisão obtida;
  4. Uma vez que o peso parar, observe sua posição para comprovar que está aprumado;
  5. Se o peso estiver praticamente todo apoiado sobre o elemento, mas sem tocá-lo (deve ser permitida a passagem de um pequeno feixe de luz de 1 mm), o prumo está bem feito e o elemento está na vertical correta;
  6. Se o peso ficar separado do elemento, a verticalidade deve ser corrigida movendo o elemento em direção ao peso;
  7. Se o peso se apoiar sobre o elemento, a verticalidade deve ser corrigida separando o elemento na direção oposta do peso.

Quais as técnicas que existem para se utilizar um prumo?

O prumo pode ser utilizado em diferentes casos como instrumento de medição na construção. Embora sempre utilizado para medir a verticalidade de uma superfície, existem vários métodos diferentes para obter esse dado. A seguir, te explicaremos as diferentes técnicas de uso de um prumo que existem na construção:

  • Controle de verticalidade: A aplicação mais conhecida. Simplesmente, como já foi explicado em itens anteriores, se suspende o prumo desde a noz ou um prego e se espera que o peso se estabilize. A corda deve ficar perfeitamente paralela a parede, se não obtiver esse resultado, o elemento deverá ser reposicionado.
  • Controle de horizontalidade: É preciso apenas que se adicione um esquadro ao prumo para que ele também controle a horizontalidade de uma superfície. Depois, basta suspender em um ponto próximo a borda de um dos lados do esquadro e verificar para que a corda do prumo permaneça em paralelo; o lado perpendicular servirá para controlar a horizontalidade.
  • Projeção pontual: Técnica utilizada para se projetar um ponto marcado no chão e que se necessita projetá-lo no teto. Colocando o fio do prumo dentro desse ponto, é possível conduzi-lo até que a ponta do chumbo coincida com o ponto mencionado. Quando o conjunto ficar inerte, é possível marcar no teto a projeção do ponto.

De acordo com o peso, quais tipos de prumo existem?

Dependendo da aplicação e do material que estão construídos, existem prumos pequenos, que não pesam mais do que 30 gramas, e outros mais robustos, que oscilam entre 400 e 1.000 gramas. Os prumos mais leves são os utilizados pela medicina, sobretudo na osteopatia e fisioterapia, enquanto que os mais pesados são usados na construção.

Os prumos, incluindo os mais pesados de uso profissional, são itens acessíveis para qualquer tipo de bolso. Nos modelos que utilizam ponta no fim do peso, deve-se controlar para que o item não esteja desalinhado pelo uso. Se estiver, é melhor substituí-lo, pois, se não for feito corretamente afetará nas medições.

O que é um prumo a laser?

O prumo a laser é, na verdade, um conjunto de níveis de laser que incorporam uma função para mensurar as verticais. Embora seja quase dez vezes mais caros que o tradicional, está vivendo uma fase de muita popularidade atualmente devido, em grande parte, a facilidade que proporciona em seu uso. É compacto e possui a mesma forma de uma fita métrica.

Funcionam a bateria ou a pilhas e projetam um raio laser regular ou em forma de cruz. Sua principal vantagem em relação ao prumo tradicional é a rapidez e facilidade de uso, além de sua grande precisão.

Critérios de Compra

O prumo é uma ferramenta muito simples, pouco mais do que algo como um peso de metal preso em uma corda. Entretanto, com o tempo foi sendo refinado com o uso de melhores materiais e com novos designs e modelos. Para que você consiga escolher um prumo que se adapte às suas necessidades, considere os seguintes critérios:

  • Tamanho da corda
  • Peso
  • Materiais
  • Acessórios
  • Uso
  • Fixação

Tamanho da corda

O tamanho da corda pode variar entre quatro e doze metros. Segundo a extensão da corda, você poderá utilizar o prumo em uma tarefa ou em outra. Por exemplo, o prumo para uso médico possui uma corda mais curta, pois, não necessita medir distâncias grandes. Nesse caso é preferível buscar a corda mais curta possível para evitar aborrecimentos.

O prumo para construção necessita de uma corda maior e resistente. Embora exista uma variedade de cordas, o melhor a se fazer é escolher logo uma de boa qualidade e com a longitude necessária. Se for possível, é recomendado que você escolha um cordão de náilon, pois, ele será mais resistente ao desgaste, a umidade e a corrosão do que os tradicionais de algodão.

Ferramentas antigas.

O prumo é uma ferramenta muito simples e é basicamente composto por três peças: peso, corda e noz. (Fonte: Václav Mach: 13597986 / 123rf.com)

Peso

O peso é a parte mais importante de um prumo. Ele geralmente é fabricado em metal e também existe em plástico. O mais habitual é que sejam feitos de aço, alumínio, ferro e que possuam uma capa protetora de zinco. A recomendação é que escolha um de metal ferroso, pois, muitas vezes o usará junto com um ímã.

O peso pode variar de 40 a 600 gramas e desse valor dependerá o modo de seu uso. Para usos médicos recomenda-se pesos inferiores a 200 gramas, enquanto que para os de construção são necessários pesos de 500 ou 600 gramas.

foco

Sempre que puder, escolha um peso mecanizado e com ponta cônica para obter um melhor equilíbrio.

Materiais

Os melhores materiais para um prumo são: o metal, principalmente o aço tratado, e o náilon para a corda. As melhores marcas geralmente oferecem prumos com pesos fabricados em aço mecanizado, equilibrado e banhado em zinco para oferecer uma melhor resistência contra a corrosão e o desgaste.

O aço mecanizado é mais equilibrado, portanto, o peso se ajusta melhor a verticalidade. Além disso, a ponta é mais resistente e não se desgasta ou dobra com tanta facilidade, assegurando uma longa vida útil para o objeto. A corda sempre deve ser de náilon porque assim será mais resistente e suportará melhor a umidade do que o algodão.

Acessórios

Alguns prumos possuem acessórios, como uma caixa de plástico para guardá-lo ou um outro peso para mudar, caso queira ou necessite. O prumo “de carpinteiro” dispõe de vários sistemas de fixação, o que o converte em uma excelente opção para trabalhar com as mãos livres e de forma mais eficiente. Também existem alguns modelos que inserem um ímã na noz.

Muitos prumos tradicionais, de corda e peso, dispõem de peças de reposição. Esse é um aspecto importante, pois, tanto a corda como o peso se desgastam com o tempo. Dispor de um acesso rápido às reposições é um ganho a mais e algo que não deveria deixar de ser considerado na hora de sua compra.

Uso

De acordo com o uso que pensa em fazer de seu prumo, você deve buscar por uma ou outra característica específica dessa ferramenta. Para uso médico, em fisioterapia e osteopatia, é recomendado o uso de um prumo leve, com pouco peso e uma corda não muito grande. Uma corda grande ficará atrapalhando na hora de realizar as medições em um paciente.

Se o que você busca é um prumo para utilizar na construção ou bricolagem, é recomendado que procure o oposto do prumo médico, ou seja, uma boa gramatura de peso e uma corda mais ampla possível. No caso do prumo médico, não importa muito o material, mas para o de construção sim, escolha um de aço mecanizado e com corda de náilon resistente.

Fixação

O prumo tradicional, de corda e peso, se fixa nas superfícies mediante uma peça chamada “noz”. Essa noz pode ser de metal ou de madeira. Em alguns modelos, a noz poderá dispor de um ímã na parte inferior que te permitirá trabalhar com uma maior fluidez. Nesse caso de ser imantada, verifique se ela aguenta bem o peso.

Alguns modelos mais modernos possuem formatos de roldana e possuem o cordão dentro de uma caixa de plástico, muito parecidos com as opções de fita métrica. Esses modelos geralmente dispõem de fixadores para gesso e madeira, ganchos para pendurar em vigas e ímãs para segurá-los em superfícies metálicas.

Resumo

O prumo é utilizado desde a antiguidade para encontrar a vertical perfeita nas superfícies. Foi dessa forma que, paredes, muros e colunas sempre ficaram retas e perfeitamente alinhadas em paralelos com o chão. Também são muito úteis para encontrar uma postura correta para o corpo e para mensurar a profundidade de uma massa de água.

No mercado você encontrará muitos modelos de prumos com uma grande variedade de preços e características diferentes. Nesse Guia foram selecionados os melhores modelos e foi relatado tudo o que você necessita saber para que consiga fazer a melhor escolha de prumo do mercado. Agora só precisa ter que decidir por aquele que mais gostar.

Se você gostou do artigo, deixe um comentário ou compartilhe com seus amigos e familiares para que eles também saibam comprar o melhor prumo que existe no mercado.

(Fonte da imagem destacada: hongkit Wiriyachan: 82091348 / 123rf.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
48 Voto(s), Média: 4,50 de 5
Loading...